Saturday, June 14, 2008

...


O sino da minha aldeia,
dolente na tarde calma
cada tua badalada
soa dentro da minh'alma
A cada pancada tua
vibrante no céu aberto
sinto mais longe o passado
sinto a saudade mais perto
Fernando Pessoa

6 Comments:

Blogger viajante said...

O sino da minha vila não é tão bonito como estes...

8:44 AM  
Blogger Besnico di Roma said...

Simples e belo.
Mas agora, os sinos já são motivo de conflito, gente sem vida, gente sem alma, gente sem passado, reclamam porque os sinos “perturbam” o descanso dos cidadãos.
Beijitos

11:07 AM  
Blogger Baba said...

Bonitas cam panas que antaño sirvieron para dar noticias a los lugareños con su tañido..., y hoy, muchas veces permanecen mudas e inmutables al paso del tiempo.
Gracias por darles protagonismo. Un abrazo.

11:14 PM  
Blogger Fernando Santos (Chana) said...

Olá Dulce, lindos sinos da tua aldeia que a tua fotofrafia retrata...Excelente texto...
Beijos

6:36 PM  
Blogger Marcos Santos said...

A simplicidade da foto retrata a simplicidade de quem retrata.

Parabéns Dulce!

Abraços do Brasil

1:05 AM  
Blogger disa said...

I love it ! Very creative ! That's actually really cool Thanks.

1:59 PM  

Post a Comment

<< Home

8iy